segunda-feira, janeiro 08, 2007

Amada

De tanto amar-te
Abatido ficou meu amor...
Descubro-te, novamente, no olhar
De quem se apaixona.

Um comentário:

backdoorofstage disse...

Caro Marcos, gostaria de conhecer sua obra. Assim poderei penetrar em seu perfil com minha mordacidade e lucidez....hehehehe.

Deixe link no blog
Bjks